Capítulo 75: As Desculpas da Maid

Ola pessoinhas, thx por todos que me recomendaram animes, manga e novels. E Moises, terminei o Volume 1 de Desolate Era! rs.
Ainda nesse assunto, se vocês forem baixar animes, deem uma olhada la no Anbient eu sou mod lá, se quiser comentar “@Ivi eu te amo” fiquem a vontade, eu respondo rs.

Bem, acho que é so isso, faltam mais 4 caps pra eles saírem da mansão.


 

Capítulo 75: As Desculpas da Maid

Quando Hiiro acordou, já tinha ligeiramente passado do meio dia. Quando ele foi para a sala de jantar, ele viu Silva preparando o almoço com ótimo timing como de costume. Parece que Silva sabia que Hiiro tinha acordado, e quando Hiiro perguntou, ele so respondeu, como de costume, que era por que ele era um mordomo.

Era inútil responder ele, então deixa quieto. Quando eu estava comendo em silencio, eu suspirei enquanto ouvia o som das gotas de chuva caindo ao redor da casa.

Então, eu subitamente lembrei. Eu me pergunto se Mikazuki está bem… Mikazuki deveria está experimentando esse fenômeno estranho pela primeira vez… É ruim se ela entrar em panico e cair no lago.

Como eu usei a ‹Chave de Duas Palavras›,  a palavra colocada em Mikazuki desapareceu, e eu não podia localiza-la. Eu acho que eu vou checar depois de terminar o almoço.

Mesmo eu podendo vagamente sentir o local, eu tentei perguntar a Silva onde era o local de alimento dos animais, parece que é atrás da mansão. Depois isso, eu rapidamente sai da mansão e fui procurar Mikazuki.

*zazazazazazaza* (chuva)

Mesmo que estivesse chovendo ao redor, era estranho como não chovia aqui. Isso é realmente um mundo diferente, a logica não pode ser usada aqui. Enquanto pensando nisso, eu continuei a andar.

Assim como Silva disse, tinha algo como uma cabana atrás da mansão. Lá eu vi alguma coisa como uma galinha com asas grossas. Próximo, eu vi Mikazuki sentada calmamente com seus olhos fechados.

E o porquê dela parecer tão relaxada, era porque tinha uma pessoa acariciando ela.

“Kui!”

Quando Mikazuki notou a presença de Hiiro, Mikazuki chamou por Hiiro varias vezes como se ela estivesse tentando ser notada por ele. Mas, diferente de Mikazuki, a outra pessoa estava com um rosto tenso olhando para ele.

Aquela pessoa era aquela que lutou contra ele noite passada.

“Me-me-me D-Desculpe!”

A pessoa que confusamente continuava a desculpar-se não é outra além da empregada da mansão, Shamoe, que certamente causou alguns problemas para ele noite passada.

“Kui?”

Mikazuki confusa porque Shamoe estava se desculpando para o mestre, e olhando para um e para o outro.

“E-E-Ehm…”

Shamoe estava entrando em panico e não sabia o que dizer. Olhando tal cena, Hiiro so levantou os ombros em surpresa.

“Eu não vou só deixar passar você sabe? Já que, eu quase morri ontem a noite.”

Aquela noite, se eu não tivesse resistido, eu certamente teria morrido. Mesmo se eu sobrevivesse, eu teria recebido um ferimento significante. Eu não vou só deixar passar desse jeito.

Ouvindo isso, ela se sentiu realmente mal. Ela está tremendo enquanto segura ambas as mãos em frente ao peito. Ela pensou que Hiiro estivesse pensando em vingança.

É claro, Hiiro não tinha essa intenção. Mesmo que noite passada, ele tivesse sacado sua katana por conta do perigo, ele não pretendia matar pessoas que não fossem hostis.

“Você se lembra?”
“S-S-Sim!”
“Isso é problemático huh…”

Se ela não lembrasse de nada, ela não se sentiria culpada. Mas, parece que ela estava consciente durante a luta.
Já que ela não pode fazer nada alem de assistir, ela provavelmente está sofrendo desde que ela tem um coração fraco.

“E-Eu realmente sinto muito! Shamoe ter feito tal ato imperdoável!”

Ela continua se desculpando de novo e de novo.

É verdade que ela causou isso, mas Hiiro só podia simpatizar com ela. Olhando uma garota se desculpar varias vezes, fez Hiiro se sentir mal.

“O que você está fazendo com esse pássaro babão?”
“Eh? Pássaro babão?”
“Kui Kui Kui Kui Kui!”

Mikazuki estava lambendo o rosto de seu mestre como se ela não o tivesse visto por dias.

“Ei, eu sempre disse pra você parar com isso, não disse?”
“Kuiiiiiii!”

Mikazuki balançou a cabeça como se recusando. Então, Hiiro disse,

“É por isso.”

Depois de forçadamente empurrar Mikazuki, ele mostra seu rosto cheio de baba para Shamoe.

“E-Entendi…”

Entendendo isso, ela deu a ele algo como uma flanela do seu bolso.
Hiiro obedientemente pegou e limpou seu rosto.

“Então, o que você estava fazendo com esse cara?”
“O-Oh, está certo, eu estava escovando ele.”
“É mesmo? Parece que esse cara te deu um pouco de trabalho.”

Mikazuki dobrou o pescoço como se sentisse muito.

“N-Não, não é nada! Eu so posso fazer isso! E-e, teve o acidente de ontem. Eu sinto muito porque eu não fui capaz de me desculpar logo!”

Parece que ela pretendia se desculpar noite passada. Mas desde que ela não conseguiu encontra-lo, ela tentou compensar ajudando a Mikazuki. Ela tentou se desculpar indiretamente. Se ela tivesse preparado seu coração, claro que era iria se desculpar na hora, mas vendo Hiiro vir de repente, sua cabeça estava girando.

Vendo essa garota tremendo diante dele, Hiiro cruzou os braços e disse.

“Do que você está com medo?”
“E-Ehm, É-é…”

Hiiro não ligava para diferenças raciais. É por isso que ele não sabia os problemas de um mestiço.

“É porque, mestiço são uma existência detestável…”
“Hoh…”

O que ela está dizendo é, não os aqui, um mestiço é um Taboo. É por isso que eles são detestados por todas as raças. Por isso…

“Incapaz de usar ambos magica e ‹Binding› huh…”

Está certo, a característica dos mestiços, é eles herdam as características físicas das duas raças, mas eles não herdam as habilidades únicas deles. A qual é Magia e ‹Binding› nesse caso. Já que o sangue cancela um a outro, eles não podem ser usados.

O mesmo com mestiços de ‹Humas› e ‹Evila›. Incapaz de usar magia, os mestiços são considerados Taboo e simbolo de desastre.

É claro, mestiços são contra a lei. Se a criança é achada, ela é ou banida ou eliminada.

A mãe de Shamoe a qual é uma ‹Evila› estava preparada para isso quando deu a luz a ela.
Seu pai o qual era um ‹Gabranth› decidiu procurar por uma forma de atravessar o continente e se mover para longe com sua família. Ele falou para sua esposa e filha que ele iria encontrar e definitivamente voltaria.

Mas, quando ele se foi, a mãe e a jovem Shamoe viveram em uma cabana que seu pai construiu.
Os ‹Evila› próximos, notaram, e quando eles descobriram que Shamoe era uma mestiça, elas foram banidas.

Eles não tinham para onde ir e seu pai ainda não tinha voltado. Por causa da promessa de esperar aqui, eles não queria sair desse lugar.

Mesmo que os ‹Evila› descordasse com isso, ninguém tocou nelas. Mas, escarnio e desprezo eram algo diário. Ninguém se importava em olhar para elas e tratavam elas como se fosse natural odiá-las.

Mesmo que a jovem Shamoe estivesse bem, o coração de sua mãe gradualmente quebrou. Quando Shamoe fez 5 anos de idade, sua mãe não aguentou mais e desmaiou. Então, ela morreu silenciosamente depois…

Shamoe agora sozinha, e não sabe o que fazer. Vendo que sua mãe morreu, os ‹Evila› próximo usaram essa chance para se livrar dela. Eles queimaram a cabana que seu pai construiu.

Depois de não ter para onde voltar, ela não sabia para onde ir. Ela não tinha escolha a não ser vagar pelo continente, mas ela não podia usar magia. Esse continente não era um lugar para uma garotinha.

Ela era incapaz de conseguir comida o suficiente. Ela não sabia como encontrar um rio para beber.
Ela estava morrendo lentamente. Chegando ao seu limite, quando ela estava prestes a aceitar seu destino, alguma coisa olhou para ela.

“Essa era a Ojou-sama.”

Ela não tinha mais uma cara amedrontada, um pequeno sorriso gentil podia ser visto.

“Naquela hora, ela estendeu a mão para mim, e isso foi Super Legal !! AH~ Kya Kya ~” (N/T: Yuri Squad está aqui!! s2s2s2)
“Hah?”

Shamoe tinha olhos brilhantes e aproximou-se de Hiiro

“Ela disse para mim que estava deitada no chão, ‘se você quer viver, venha comigo!’, então… então, ela me empregou na mansão! Ojou-sama nem odeia mestiços! Eu sou muito grata a Ojou-sama!”

Como se ela tivesse esquecido de Hiiro, ela não notou que ela estava se aproximando de Hiiro. Quando ela notou, ela rapidamente caiu para trás e segurou sua cabeça.

“E-Eh, e-eu sinto muito! E-E-Eu mostrei algo tão indecente! Argh, Shamoe é uma idiota! Idiota!”

Quanto Hiiro estava pensando que ele tinha visto uma cena como essa antes, Shamoe bateu sua cabeça de novo e de novo na parece do estabulo. Hiiro tremeu os ombros.

“Vamos la, eu não ligo. Então, é por isso que você está trabalhando aqui huh? Fora isso, está tudo bem me contar essa historia? Eu sou apenas um convidado você sabe?”

Seja Liliyn ou seus pais, eles deveriam ser uma memoria preciosa para ela. Hiiro duvidou de Shamoe porque ela contou tal historia para um mero viajante. Ela sorriu e sacudiu a cabeça.

“E-eu ouvi do Silva que Hiiro não é uma pessoa que liga para raças.”

(Aquele Hentai-jiji, falando coisas desnecessárias.)

Hiiro apertou seu punho no seu coração.

“É-é por isso,  que mesmo que seja uma historia feia, e-eu queria que você ouvisse.”
“É mesmo? Se você está bem com isso, então tudo bem. Eu não tenho intenção de revelar isso para ninguém mesmo. Deixe-me elogiar você por ter um bom olho.”
“Mu-muito obrigada!”

Mesmo que Hiiro estivesse ostentando, Shamoe ainda o agradeceu.

(Mu, se fosse o Ossan, ele teria respondido de volta, mas alguma forma ela é muito obediente e isso é um pouco irritante.) (N/T: Ossan = Arnold)

De algum jeito, ele sente falta das respostas de Arnold…

“Bem, que seja, oh, está certo, eu vou chamar você de Dojimeido (Maid desajeitada), me ouviu Dojimeido?”

Shamoe estava abismada.

“Dojimeido, da noite de lua cheia.”

Ouvindo isso, ela suspirou.

“Mesmo que você não possa controlar seu próprio poder, não me ataque da próxima vez ok?”
“E-Eh? E-eu sinto muito!”
“É melhor você procurar um jeito de controlar isso. Vá perguntar a Akaloli. Ela deve saber alguma forma já que ela viveu por tanto tempo.”
“N-na verdade, eu já perguntei e tenho praticado isso.”
“Não foi muito bem, huh…”
“S-sim…”

Os ombros de Shamoe caíram e ela olhou para Mikazuki.

“Bem, eu acho que esta bom desde que você esteja tentando.”
“Eh?”
“Ao menos, eu gosto de pessoas que tentam seu melhor mesmo que falhem.”
“Eh?”

Ouvindo as palavras de Hiiro, Shamoe corou.

“Fueeeeee!?” (N/T: Rishia 2)

Ouvindo o grito repentino, Hiiro franziu as sobrancelhas.

“E-eh, É-é só… O-O quê você quer dizer com ‘gosta’? Fueeee!”

Shamoe colocou as suas mãos na suas bochechas. Hiiro esta confuso por que ela está tão surpresa.
Hiiro franziu e olhou fixamente para ela.

(O-O quê eu deveria fazer ~~~~??? Ele-Ele gosta de Shamoe? Isso significa, Isso significa..!) (Shamoe)

Os olhos de Shamoe estão rolando e alguma coisa como fumaça esta saindo de sua cabeça enquanto seu rosto está vermelho como tomate.

(Que garota estranha, todo mundo dessa mansão é estranho.)

Incapaz de entender as desilusões selvagens de Shamoe, Hiiro olhou para ‹Nuvem Proibida do Imperador› e se perguntou quando a chuva iria parar.

Anúncios

12 comentários sobre “Capítulo 75: As Desculpas da Maid

  1. muito obrigado pelo excelente capitulo!!!!… nossa já leu 1 volume deDesolate Era… mas sei como é aquilo é realmente muito viciante! que bom que gostou ^^

    Curtir

  2. Dojimeido melhor apelido sem duvidas.
    Ela realmente me lembra o Rishia em tds os sentido, sera que ela entra pro harém, ta com parecendo que vai entra, se bem que Shamoe x Lillyn best ship ❤ .

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s