Enixus Online – Capítulo 10 – A Noite de Raika

A Noite de Raika

Finalmente minha aula da faculdade acabou, hoje foi realmente cansativo…
Eu invejo o Haru por não precisar assistir aula… mas isso foi o que ele disse, será que é verdade mesmo? Bom, ele não tinha motivos para mentir sobre isso.

“Sasawa-san! Você já vai para casa?”

Uh? Um colega de classe me chamou antes que eu pudesse sair da sala.

“Eu acho que sim…”
“Não vá! Vamos sair para beber, hoje é sexta-feira!”
“Isso mesmo! Sasawa-chan, vamos com a gente!”, minha amiga Minami pula me mim, depois indo para minha frente e juntando as mãos ela fala baixo para que só eu possa ouvir, “por favor.”.

Uhm… ela provavelmente está interessada em algum garoto que também vai. Bom, eu acho que não tem problema, minha mãe está em casa para cuidar do meu irmão.

“Tudo bem, tudo bem, eu vou, esperem só um minuto enquanto eu aviso que voltarei tarde.”
“Viva! Sasawa vai com a gente!”
“Obrigada! Estou te devendo essa!”

Enquanto o grupo de pessoas e Minami comemoravam eu peguei meu celular para mandar uma mensagem para casa.
Uhm… acho que eu também deveria avisar ao Haru e a Erina que não vou jogar hoje.

[Não jogarei hoje, vou sair com uns amigos.] – Raika
[Ok, eu vou deixar a Kamiris logada aqui para continuar ganhando os pontos de classe.] – Haru

Eles parecem não ligar, isso é bom – se algum deles reclamasse por eu não jogar, eu iria ficar realmente com raiva… não sou obrigada a jogar sempre. Mas como esse não é o caso, então ótimo, parece que eu realmente tive sorte em ficar amiga deles.

Mas o que ele disse… isso não é um pouco injusto? Normalmente não tem como você deixar o personagem AFK no Enixus, já que você está imerso na realidade virtual. Só podemos fazer isso porque não estamos jogando com a imersão total.

Eu me sinto um pouco mal por isso… enfim, vamos beber! Faz um bom tempo que não saio para beber.

“Então, pra onde vamos?”
“Vamos para onde o álcool nos levar!”

E, com bom espirito, saímos todos juntos da faculdade. No caminho encontramos com mais dois pequenos grupos de amigos que também foram com a gente. No fim nosso grupo estava com umas 15 pessoas, mas eu só conhecia alguns deles.

Minha aula acaba às 21hs, então quando saímos já estava escuro. Fomos para a parte da cidade onde havia diversos restaurantes, bares e boates. Entramos em um bar a escolha dos rapazes do grupo, e eu logo vi o motivo da escolha.

Em cima de um grande balcão estavam algumas dançarinas com vários homens sentados ao redor bebendo, agitados, dando dinheiro… elas tinham corpos esbeltos e voluptuosos, mas não eram assim tão bonitas… eu acho que em uma nota geral eu sou melhor, não sou? Ok… ao menos quando a Erina crescer ela vai ser muito mais bonita que elas, disso eu tenho certeza!

O ambiente do bar era legal, ignorar as dançarinas era legal também… nossa, essas pessoas são legais também…
Urg… eu já estou bêbada? Impossível! Eu ainda não terminei nem minha primeira garrafa!

“Uhmmm, e então Minami-chan, quem é o cara que você está de olho?”, eu falo enquanto me escoro nos ombros dela.

“Ahn! Ah… ele ali…”, ela fala frustrada enquanto aponta para a outra ponta da mesa. Minami é tão fofa…

Na outra ponta da mesa três rapazes conversavam alegremente, e aparentemente o da esquerda era o que a Minami estava interessada. Os três são bem bonitos… vamos lá! Vamos ajudar nossa amiga Minami!

“Ok! Vamos para a investida!”
“NÃO! Você não pode fazer isso!”
“E o que você pretende conseguir sentada aqui?”
“… isso… er…”
“Nada bom Minami-chan! Vamos! Deixe as introduções comigo, a melhor Wingman!”

Sem deixar que ela respondesse, eu a puxei comigo até o outro lado da mesa. No caminho eu peguei uma garrafa de tequila El Jimador, é a melhor tequila que cabe no meu orçamento. Chegamos do outro lado da mesa, onde os rapazes estavam.

“Olá rapazes! Vocês estão muito excluídos aqui, não tem problema eu e minha amiga sentarmos aqui, certo?”
“O-oh! Claro que não! Por favor!”

Eles responderam surpresos, e o da esquerda ficou vermelho de vergonha só em sentarmos do seu lado. Isso é bom, se ele fosse um playboy eu não o deixaria tocar na Minami!

“Qual a área de vocês? Eu não conheço nenhum de vocês.”, eu pergunto enquanto sento entre a o rapaz da esquerda e do meio, assim eu posso deixar a Minami com o da esquerda.

“Nós dois somos da engenharia, ele é de humanas.”
“Uhmm, por isso eu nunca tinha visto vocês.”

Tanto faz a área deles, eu provavelmente vou esquecer amanhã mesmo…
Bom, eu não vou apenas ficar aqui sem fazer nada então… vamos às bebidas!

“Rapazes, vocês estão muito sóbrios! Vamos começar a beber de verdade!”, falando isso eu coloco a garrafa de tequila na mesa.

“Eu não posso, estou dirigindo.”, o da direita fala um pouco triste, eu sinto que ele realmente queria beber da tequila.

“Bom, sendo assim os outros dois vão ter que beber por você! Nada mais justo, certo?”
“Ahaha! Também acho!”
“O quê? Você quer matar a gente?”
“Relaxa, seu amigo está aqui pra cuidar de você.”

E com isso nós começamos alguns jogos onde a punição era tomar uma dose de tequila, os rapazes no caso estavam tomando duas doses. Em pouco tempo a garrafa já estava na metade, eles eram incrivelmente divertidos, embora fossem um pouco tímidos.

De alguma forma que eu não sei como, eu estou agora dando dinheiro pra dançarina. Acho que foi uma aposta? Ou eu que propus isso? De qualquer forma, eu só tenho que dar o dinheiro… mas vamos fazer isso direito então!

Estendo minha mão com o dinheiro, mas antes que ela pudesse pegar eu puxo de volta. Ela me olha um pouco confusa, mas logo entende com minhas próximas ações. Coloco a cédula entre meus peitos, que por sinal são maiores do que os da dançarina, meu corpo não fica pra trás do seu, ouviu garota?

Ainda dançando, ela acena para que eu sente em cima do balcão, e estende a mão para me ajudar a subir. Parece que ela não quer continuar sendo a única surpreendida, mas agora eu realmente não sei o que fazer.

Sentada sobre o balcão eu estava apenas balançando levemente meus ombros com o ritmo da música, ela então começa a dançar em cima de mim e se senta no meu colo com suas pernas abertas, me deixando totalmente presa.

! Ei, eu pensei que não podia ter contato com as dançarinas!! Isso já não está indo longe demais?!

O bar inteiro se agita e começa a aplaudir no ritmo da música. Eu agora virei o centro das atenções, até as outras dançarinas estão apenas olhando o espetáculo.

Ainda sentada em mim, ela começa a dançar e, como eu não tinha para onde fugir, a única opção era continuar o espetáculo: eu e ela começamos a dançar de forma extremamente sensual, e, embora nossos corpos não estivessem se tocando, eles estavam próximos o bastante para sentir o calor. O publico enlouquece, meu amigos da faculdade estão todos olhando de boca aberta.

A dançarina então me empurra e eu deito no balcão, ela meio que se deita em cima de mim e, com sua cabeça nos meus peitos, ela tira a cédula com a boca… eu já tinha esquecido dessa cédula. Com isso ela guarda o dinheiro na sua cintura e me da um beijo na bochecha antes de sair de cima de mim e me ajudar a descer do balcão.

!

Uma salva de palmas encheu o ambiente, depois disso alguns outros grupos se juntaram ao nosso e a festa continuou ainda mais animada… e…

“Onde eu estou?”

Urg… minha cabeça dói…
Olhando para os lados eu estou em um quarto bem arrumado… espera… meu quarto não é arrumado!

Eu de fato não estou no meu quarto. Quando levanto vejo que estou apenas com a roupa intima! O que diabos eu fiz! Minhas roupas não estão à vista, eu abro o guarda roupas e… roupas masculinas…

“Eu não…”
Eu pego uma blusa aleatória e visto, tenho que saber onde eu estou. Em seguida saio do quarto e me deparo com um corredor. Seguindo por ele eu passo por uma porta aberta, a cozinha!

Na cozinha havia um cara cozinhando algo no fogão.

“Err.. o-oi…”
“Ahn?”

Ao me ouvir falar ele se vira e me meio que escondida atrás da porta e da uma risada.
Ah! Eu sei quem é ele! É o carinha da direita! Meu Deus… eu dormi com o carinha da direita? Não podia ter sido o carinha do meio, ele era mais bonitinho… ao menos meu choque poderia ser parcialmente menor.

“Carinha da Direita… você e eu…”
“Sim, 4 vezes, foi incrível.”

Ah! Então… realmente aconteceu… e agora o que eu faço?!
Vendo minha cara de negação ele ri e fala em seguida.

“Você vomitou quatro vezes e eu tive que limpar você, realmente incrível.”
“Ah! Então nada aconteceu!? Uffa… mas onde estão minhas roupas?”
“Estão lavando, você vomitou elas todas.”
“Urg… desculpa… Carinha da Direita você é uma boa pessoa, sou grata a você.”
“Você pode parar de me chamar de ‘carinha da direita’? Era assim que você me identificava ontem? Meu nome é Shioya Toshi.”

Uhmm… então esse é o nome do Carinha da Direita…

“Então… você cuidou de mim certo? Muito obrigada Shioya-san! Meu nome é Sasawa Raika.”
“Ahaha, não tem problema. Você foi bem incrível ontem liderando todo mundo de um bar para outro, Sasawa-san.”
“Urg… eu não lembro de nada disso.”
“E sua maravilhosa performance com a dançarina no balcão?”
“Por favor… não fale sobre isso…”
“Pelo tanto que você bebeu não é de se surpreender. Aqui, coma algo.”

Ele então coloca na mesa panquecas e mais algumas coisas, e nós dois começamos a comer. Rapidamente o clima de silencio toma o lugar, eu não sei o que falar… e ele não fala muito…

“Você faz engenharia certo?”
“Não, psicologia.”

Urg… eu errei, a chance era de 2/3! Como eu tenho azar!
Depois disso o silencio voltou…

“Você mora sozinho?”
“Não, meus pais e minha irmã viajaram para algum canto.”

Ah! Pare de finalizar as conversas, seu idiota! Essa é minha ultima tentativa…

“V-você joga Enixus Online?”
“Eh? Você também joga?”
“Por que essa cara de surpresa?”
“Bom… você parece mais aquelas patricinhas que não gostam dessas coisas.”
“…. como você pode falar isso? Eu não sou uma patricinha ok?”

Eu não sou uma patricinha! Embora eu curse direito não quer dizer que sou uma patricinha, igual à maioria das outras.

“Ok, e qual é o seu level no Enixus, senhorita não patricinha.”
“Eu estou… no level 60?”

Eu não sei em que level a Kamiris está… eu não joguei ontem.

“Oh… então até patricinhas conseguem jogar Enixus!”
“Ei! Qual seu level para você falar assim?”
“Eu estou no 130.”
“Puff… noob…”
“Como é? Você não chegou nem na metade do meu level ainda!”
“Ahaha, 130… ahaha eu estava no 200 antes de ter meu personagem deletado! Raika! O level mais alto do jogo e líder da [Legend]!”

AHAHAH Isso mesmo! Contemple minha grandiosidade com essa sua expressão de surpresa!

“Você era aquela Raika!?”
“Sim!”
“I-incrível… em pensar que a Raika era uma patricinha…”
“Ora seu!”

Depois disso nós conversamos um pouco, até que eu recebi uma ligação da minha mãe, perguntando seu eu estava viva. Como minhas roupas não tinham secado eu tive que pegar algumas roupas do Shioya emprestadas e voltei para casa.

Eu chego em casa e minha mãe reclama um pouco por eu não ter falado nada até ela ligar, nada fora do comum. Meu irmãozinho tinha saído para brincar com os amigos e não estava em casa quando cheguei.

Agora são onze horas da manhã, Haru ainda deve estar jogando e depois é a vez da Erina… esse é o primeiro final de semana da Kamiris. Durante a semana o horário é perfeito, mas agora que eu tenho tempo livre eu fico sem poder jogar…

É quase como se ele fosse onipresente.

[Eu vou ter que resolver algumas coisas hoje, se alguém puder, entrem na conta para continuar ganhando pontos de classe.] – Haru
[Eu! Eu não pude jogar ontem!] – Raika
[Raika-san, basta você falar que quer jogar rsrs] – Erina

… ok acho que fiquei um pouco muito animada…
Mas eu realmente quero jogar ok? Eu quero parar de pensar no que eu fiz ontem.

E assim então, finalmente, eu fico online no Enixus. Só para ter uma surpresa desagradável…
Eu, Raika, a nobre e justa Ex-Raika, agora era… uma Infamous! Isso é inaceitável! Eu nunca virei uma Infamous em toda minha vida! Eu posso ter ficado com o nome vermelho por PK algumas vezes, mas nunca uma Infamous!

Ao menos são apenas 100 pontos de infamy, isso eu posso tirar bem rápido.

No momento eu estou no meio de uma estrada de terra, se não me engano isso é entre a segunda cidade inicial e Askal. Parece que eles terminaram a Story Quest e… o quê?! Por que eu sou maligno!? Nós conseguimos sair do santuário, não conseguimos?

Uuh… e agora? Eu sou Infamous e Maligno, provavelmente a igreja está me perseguindo… eu ao menos ainda pertenço a Haylos?

Na minha tela de informações ainda diz que sou de Haylos, menos mal – Perder a nacionalidade antes do level 100 é suicídio, você provavelmente não vai mais conseguir jogar, ainda mais sozinho.

Mas tudo bem, qual graça teria se Kamiris fosse igual à Raika? Afinal, é impossível, com três pessoas diferentes jogando, que tudo siga de acordo com o planejado, então vamos apenas seguir caminho! O que não significa que não vou deixar de ser Infamous…

No meu caminho para Askal, alguém fala comigo pelo chat de amigos dentro do jogo.

-Kamiris-sama! Onde você está?-

A mensagem é de um jogador chamado Kai… então esse é o Time  Mage que eles estavam falando? Coitado… sendo teste das ideias loucas do Haru.

-Eu estou a caminho de Askal e você?-
-Eh? Ah! Eu estou em Askal, vou esperar por você na entrada!-
-Ok, eu estou chegando.-

Assim que cheguei em Askal ele veio correndo até mim.

“Kamiris-sama, eu já peguei a sub classe de Monk! E fiz várias quests, meus pontos já estão em 54!”
“Bem lembrado, eu não olhei com quantos pontos eu estou.”

Quando olho os pontos eu fico impressionada… 109 pontos… considerando que a Kamiris praticamente não fica offline, ela deve ter ganhado por volta de 54 pontos só por ficar online… isso realmente é injusto.

“E então, quantos pontos?”, Kai pergunta animado, ele lembra um cachorrinho por algum motivo…

“Err… um pouco mais que você.”
“Mesmo? Eu pensei que eu estaria com mais… quantos você tem?”
“… 109…”
“! Como!? Você não dormiu?”
“Mais ou menos isso… digamos que eu sou uma veterana.”
“Uhm… você joga a quanto tempo?”
“Desde o beta.”
“E você ainda está nesse level? Você por acaso é pior do que eu?”

Ora seu… como ousa? Um noob como você querendo falar de mim!
Mas eu sou benevolente, jamais diria isso para um coitado de um noob, sei que a Erina e o Haru vão maltratá-lo o bastante.

“Eu tinha outro personagem que era o level mais alto do jogo, mas ele foi deletado, e agora estou aqui.”
“Para, você não precisa mentir.”

Ele não vai acreditar em mim?… que seja, uma hora ele vai acreditar.
Mas então meu jogo fez outro barulho de mensagem…

-Eri… quer dizer, Kamiris, eu a Arsy e Pearl estamos em Askal, onde você está?-

Tira… quem é Tira?! Ela e as amigas da Erina estão aqui… o que eu vou fazer?! Já não bastava o Kai agora essas três… Vamos lá! Tenho que superar isso, ou então não tem como compartilhar a conta!
Força, Kamiris!

<< Capítulo anterior | Inicio | Próximo capítulo >>

Anúncios

9 comentários sobre “Enixus Online – Capítulo 10 – A Noite de Raika

  1. Fui ler para ver como era, dai do nada li todos os capítulos, bateu uma depre quando vi que o 10° era o ultimo a ter saído…

    Posta mais logo moça,,, nunca te pedi nada. UHDSAUDHUASDUSA
    Muito legal a sua historia viu.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Vlw Ivi, vc quase me fez ter um ataque do coração aqui!!! (Quase morri vendo o cara falar 4 vzs ;-; ) Coitada da Raika… N faça ela passar por uma coisa dessas ;–; ~~A Erina td bem, mas a Raika não~~ Hmm… o carinha da direita parece ser legal… Se é q ele falou a vdd… Slá, prefiro confiar nele por enquanto >.<

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s