A História de uma Fantasia Vazia – Capítulo 30 – Waldrich!

Demorou mas aqui está! O próximo será mais rápido (eu espero).


 

Capítulo 30 – Waldrich!

A batalha se alastrava por toda a área ao redor do castelo, as únicas fontes de luz eram os soldados de pedra e as explosões magicas, do céu totalmente escuro apenas a luz dos tiros dos canhões mágicos podiam ser vistos.

Os soldados de pedra não eram realmente uma ameaça para os guardas que estavam em grande maioria no Rank 2-Star que após se acostumarem com as explosões depois de os destruir já não estavam mais causando nenhuma casualidade.

Entretanto, quando os guardas finalmente haviam aprendido a lidar com os soldados de pedra o exercito revolucionário apareceu avançando entre os homens de pedra e mais uma vez a situação ficou apertada para o exercito real.

Um dos golens gigantes se aproxima das paredes do castelo e levanta um de seus enormes braços, com um estrondo ele destrói a lateral do castelo ao notarem o enorme golem que em condições normais seria impossível não notar, mas devido as condições da batalha conseguiu se aproximar do castelo, diversos soldados reais avançam para destruí-lo.

O golem então bate com as duas mãos no chão e uma parede circular de pedra se forma ao seu redor, era a magia [Concha de Terra].

“Ele pode usar magia!?”

Todos os soldados estavam espantados, um soldado de pedra e golem deveriam ser apenas um aglomerado de mana e pedras que atacariam os inimigos do seu criador e que seria impossível para eles terem raciocínio o suficiente para usarem magia.

E de fato os golem eram irracionais, porem eles estavam sendo diretamente controlados por Ignis e não apenas pelo comando de ‘ataque os inimigos’ da magia normal, cada movimento dos golens era controlado por Ignis. Os soldados de pedra eram apenas uma distração para que ele pudesse se concentrar nos golens.

Nesse momento na parte superior dos golens onde seria sua cabeça duas chamas vermelhas aparecem como se fossem seus olhos, em meio aquela escuridão olhos aparecem nos enormes golens causando um calafrio nos soldados reais. Os supostos olhos não tinham nenhuma função real além de diminuir a moral dos inimigos e estavam cumprindo bem seu papel.

Um outro golem que estava um pouco mais atrás então levanta suas mãos e entre elas correntes elétricas começam a se formar até que uma bola de eletricidade se forma entre suas mãos.

“Cuidado!!”

Um dos soldados grita no instante em que a bola elétrica e disparada das mãos do golem em direção aos soldados, muitos conseguem desviar a tempo mas vários outros são pegos no ataque e caem no chão.

 

Em um outro canto da batalha Dalos liderava os revolucionários através dos soldados reais, Dalos a frente com sua armadura carmesim dessa vez com seu elmo que possuía um rabo de cavalo saindo de dele parecia um verdadeiro cavaleiro sangrento, apenas o rastro de luz laranja deixado por suas espadas brilhava seguido dos corpos dos soldados reais.

Sua aparência e método de combate que mutilava seus inimigos com golpes brutais e certeiros, para os soldados reais ele era um monstro ainda maior que os golens, esse cavaleiro de sangue que passava a sensação de ser completamente lido até o mais profundo pensamento, o medo se instalava no coração daqueles que viam tal monstro destruir seus aliados.

Por outro lado, o coração de Dalos pulsava forte e seu sangue corria como nunca antes, todos os seus sentidos estavam ligados ao máximo, nenhum movimento se quer era perdido, a adrenalina passava por todo seu corpo e seu peito gritava de emoção, a emoção da batalha.

O fato dessas pessoa que ele tirava a vida terem uma família e filhos não passava mais por sua cabeça, se alguém os esperava em casa? Se eles fariam algo bom para todos no futuro? pouco disso importava para Dalos que em questão de minutos tirava a vida de diversas pessoas, porem ele nãos os via mais como Exp, eles eram pessoas e ele estava matando pessoas, Dalos sabia disso mas ele já havia abandonado totalmente seu senso comum do outro mundo, aqui ele tinha que mata-los para continuar vivo e assim ele fazia com todas as suas forças.

 

Em meio as soldados reais totalmente cercados estava Nina, Lina, Rhuan e Geoffrey. Os quatro atacavam ferozmente seu inimigos, Nina com diversos cristais flutuando ao seu redor que disparavam raios e bolas de fogo nos inimigos, quando algum ataque se aproximava de Nina todos os cristais se juntavam e formavam um escudo repelindo o ataque, os cristais disparados perfuravam seus alvos e voltavam para perto de Nina assim ela economizava sua mana.

Devido as luzes geradas pelos ataques de Nina, Rhuan era capaz de identificar a posição dos inimigos e avançava com seu escudo e maça, logo atrás dele estava Geoffrey com seu chicote de espinhos atacando em velocidades incríveis usando Rhuan como escudo.

“Onde a Louise está!? Eu perdi ela de vista.”

Lina perguntava enquanto balançava a enorme espada de Boru e procurava pelo paradeiro de sua amada Louise.

Louise estava distante do grupo, correndo pelo ar Louise distribuía golpes fatais nos seus inimigos que não faziam a minima ideia de onde os ataques estavam vindo. Passando rapidamente sobre suas cabeças ela apenas eliminava os soldados reais com golpes em suas cabeças, quando eles notaram que alguém estava voando sobre eles diversas vitimas já haviam sido feitas.

 

A batalha estava indo claramente a favor dos invasores e um grande barulho vem do golem que estava próximo ao castelo. Pedaços do golem são lançados para todos os lados.

“[Estilhaço Glacial]!”

Um grande numero de soldados de pedra e revolucionários são perfurados por pilares de gelo que saem do chão e logo em seguida todos estão congelados dentro de um grande iceberg, os soldados de pedra se quer conseguiram explodir. Waldrich havia se juntado ao combate.

Com a chegada de Waldrich os soldados reais soltam um grito de guerra, a presença de Waldrich sozinha aumentava a moral do exercito, com Waldrich eles podiam ver a vitoria independente de quão ruim a situação estivesse.

“Parece que isso saiu totalmente do controle… eu se quer consigo ver o campo de batalha inteiro…
….Essa nuvem negra é a marca do Undead… mas eu tenho certeza que ele morreu.”

Waldrich murmurava em cima de um dos grande blocos de gelo criados por seu ataque, olhando para o céu completamente escuro e as luzes vermelhas emitidas pelos soldados de pedra. Ele podia sentir a Força Vital dos inimigos mas ele não conseguia ver o campo de batalha como um todo, devido ao numero de poderosas Forças Vitais que ocultavam as menores era difícil dizer exatamente o que estava acontecendo.

“Parece que eu vou ter que fazer isso então…
Tropas! EVASIVA!”

O termo “evasiva” era um dos comandos das tropas, significa que algum ataque poderoso estava a caminho e eles deveriam fugir para evita-lo. Ouvindo o comando de Waldrich todas as tropas recuaram rapidamente e todos os que podiam utilizar magias de proteção as usaram.

Waldrich coloca seu martelo de guerra nas costas e estica seus braços para cada lado com suas mãos abertas.

Nina imediatamente olha para a grande concentração de mana sobre o iceberg e grita para Rhuan assustada.

“Rhuan! Rápido use a proteção arcana em nos!”
“[Grande Proteção Arcana]!!”

Rhuan sem saber o motivo apenas obedece o comando de Nina e sua a [Grande Proteção Arcana] em Nina, Lina, Geoffrey e nele mesmo. Ainda que ele estivesse um pouco apreensivo ele fez o mais rápido possível, mas isso significava que por um tempo seria impossível utilizar qualquer outra magia de cura ou suporte neles.

“[Nova Congelante]!!”

Waldrich libera sua magia, uma magia de nível Mestre na qual congela tudo em seu alcance. Uma onda circular com Waldrich como seu epicentro se espalha para todos os lados e na medida que ela passa tudo é congelado completamente, os soldados de pedra são congelados e suas luzes apagam, os rebeldes e até alguns soldados reais que não conseguiram fugir são congelados, os Golem viraram estatuas gigantes de gelo que agora faziam parte do cenário da cidade congelada.

Louise sentindo o perigo começou a correr o mais alto possível, Dalos prevendo o ataque já tinha fugido com parte dos revolucionários. Valense que estava coberta por uma chama brilhante apenas olhava para Waldrich furiosa.

“Todas as luzes apagaram, o que aconteceu?!”
“Nós acabamos de escapar da morte…”

Rhuan perguntava sem conseguir ver mais nada, o campo de batalha que antes estava repleto de gritos e sons de explosões agora estava completamente em silencio, um silencio frio e completamente escuro novamente.

Em seguida Louise retorna ao grupo.

“Waldrich está aqui, todos os soldados de Ignis foram congelados.”
“Onde o Ignis está?”
“Eu não sei, já faz um tempo que não o vejo.”
“Mas como vamos enfrentar Waldrich? Eu e Nina não podemos usar magia no momento.”

A proteção arcana atingia diretamente a mana anulando qualquer magia que tocasse seu escudo independente de vir de dentro ou de fora do escudo, enquanto a proteção arcana estivesse em efeito Nina e Rhuan estariam incapacitados de usar qualquer magia.

Enquanto eles discutem uma chama brilhante voa em direção a Waldrich.

 

 

Valense estava agora com sua espada sendo bloqueada pelo martelo de guerra de Waldrich.

“Seu maldito! Eu vou matar aquele maldito Rei e vingar meus companheiros! Aquele traidor!”
“Você quem pretendia nos trair desde o começo!”
“Do que você está falando!?”
“A vidente previu que você mataria o Rei após derrotar os revolucionários e veja agora, você se juntou a eles para atacar o Rei.”
“Você é idiota!? Eu não sei quem é essa vidente mas como eu conseguiria passar por você e pelo Grande General Brakar sozinha?!”

A resposta de Valense piscou uma ideia na cabeça de Waldrich; ela estava certa, alguma coisa estava errada, Valense mesmo se tornando uma General não teria a minima chance de assassinar o Rei para isso ela iria precisar se juntar… a outros Generais…. assim como Yin mentiu sobre a cidade estar segura agora, ela também mentiu sobre a previsão anterior.

“Espere Valense! Alguma coisa está errada!”
“Eu só vou esperar depois de ter a cabeça daquele Rei Traidor!!”

E as chamas de Valense se intensificam enquanto ela começa uma serie de ataques a Waldrich que os bloqueia com seu martelo de guerra.

 

 

“Valense está enfrentando Waldrich! Eu vou ajuda-la!”

Louise ao ver que Valense estava lutando contra Waldrich rapidamente parte para auxilia-la. Os soldados reais e os revolucionários que escaparam do ataque retornam para o agora congelado campo de batalha e começam novamente a lutar em meio as estatuas de gelo.

Chegando como um raio, Louise avança em Waldrich que estava lutando contra Valense, mas Waldrich acerta Valense e a arremessa na direção Louise que por sua vez é surpreendida e segura Valense só para em seguida ambas serem acertadas pelo martelo de Waldrich e afundarem no chão criando uma pequena cratera.

“Valense! Escute-me ou você apenas vai morrer sem saber o que aconteceu!”

Waldrich estava parado em frente as duas que cuspiam sangue ao se levantar.

“A unica pessoa que vai morrer aqui é você!”

Valense então se levanta e a chama que envolvia seu corpo novamente fica mais intensa, seus movimentos ficaram mais rápidos e mais fortes a ponto de Waldrich não conseguir pressiona-la enquanto lutam.

Durante o combate de Waldrich contra Valense e Louise, Waldrich ainda era capaz de lutar contra as duas, porem de repente algo acerta as costas de Waldrich.

“Urg! Mas o qu-?!”

Uma espada completamente negra havia sido enfiada em suas costas, alguém havia atirado a espada nele, ela era negra e por conta disso ele foi incapaz de nota-la se aproximar.

“Urg!!?”

Novamente outra espada negra havia perfurado seu ombro, Waldrich não sabia de onde estava vindo o ataque até que outra pessoa se aproxima.

“É… eu meio que fiquei sem munição agora…”
“Dalos! Que bom que você escapou daquele ataque.”
“Sim, mas onde está o Ignis?”
“Eu não o vejo desde o começo da batalha.”

Vendo que mais um inimigo havia se juntado ao combate Waldrich agora estava com dificuldades, contra os três e agora estando ferido seria difícil vencer.

“Tsc… vou ter que o usar o resto da minha mana…”

Waldrich levanta seu martelo de guerra que começa a liberar uma forte luz iluminando o campo de batalha sombrio.

“[Proteção do Campeão de Shiva]!!”

Uma aura azul começou a circular o corpo de Waldrich formando uma especie de armadura de gelo sobre sua armadura. As espadas de Dalos caem no chão atrás de Waldrich e os ferimentos são congelados.

E sem mais avisos ele dispara em direção a Louise que por pouco consegue se defender do ataque que faz com que seus pés afundem no chão com o impacto.

Valense imediatamente também partiu para o ataque e Dalos correu para recuperar suas espadas.

Waldrich estava agora ignorando totalmente os ataques inimigos e estava atacando com toda sua força, cada um de seus ataques eram fatais ao ponto que mesmo defende-los era doloroso.

Nas diversas aberturas de Waldrich, Dalos o acertava porem suas espadas eram incapazes de penetrar sua armadura mesmo os ataques Valense estavam apenas causando pequenos cortes que eram imediatamente fechados pela armadura de gelo.

“O que diabos é isso?! Meus ataques não tem efeito!”

Enquanto os três estavam se esforçando para conseguir desviar e causar algum dano, Waldrich apenas soltava golpes devastadores, onde um deles acertou o braço de Dalos destruindo completamente a armadura junto de seu braço.

Mesmo que Dalos pudesse prever os ataques, ele não tinha como desviar e graças a sua visão futura apenas seu braço tinha sido destruído. Mas caído no chão em dor, Dalos estava fora de combate.

A batalha brutal continuou com Valense e Louise sendo pressionadas até que durante um ataque de Waldrich, seu corpo inteiro é arremessado para o lado.

“O que foi isso!?”

Olhando para o lado, Nina, Rhuan, Lina e Geoffrey agora sem o efeito da proteção arcana se unem ao grupo.

“Lina! Restaure Dalos!”
“Certo!”

Lina então a pedido de Louise corre para Dalos e toca seu corpo, o braço de Dalos começa a reaparecer como se estivesse sendo feito de diversos pedaços de carne. Vendo a habilidade pela primeira vez de perto ele so podia segurar o ar em surpresa.

Com todos juntos agora, os cristais de Nina e a chama de Valense iluminam o campo de batalha.

O interior do castelo estava repleto de uma grossa nevoa negra que contia partículas de Força Vital. Dentro dessa nevoa Ignis deslizava silenciosamente pelos corredores do castelo, sua Força Vital estava totalmente retraída e com as partículas espalhadas pela nevoa, seria impossível vê-lo mesmo com a visão de Força Vital.

Remover as fontes de luz do exterior era apenas uma distração para a nevoa dentro do castelo não ser notada, enquanto todos estavam em combate, ele procurava fervorosamente por uma portal igual a da mansão do príncipe na cidade de Canaria, mas seus movimentos ainda estavam restritos, ele não podia se aproximar muito da sala do Trono onde o Grande General estava posicionado.

“Tsc, onde está a droga dessa sala!? Eu já corri por todos esses corredores… Agora so falta as salas próximas a sala do Trono…”

Se aproximar da sala do Trono com o Grande General lá era muito perigoso, talvez sua camuflagem não fosse o bastante para enganar um Grande General de perto e caso ele fosse encontrado, a situação ficaria muito mais complicada.

“Droga, ele tem sair… eles ainda não conseguiram derrotar Waldrich!?”

Waldrich agora estava sendo fortemente bombardeado com magias de Nina e Rhuan e ataques rápidos de Valense, Louise, Geoffrey e Dalos. A estrategia deles contava em manter distancia de Waldrich enquanto usavam ataques rápidos, sempre que alguém era ferido Lina rapidamente iria ao socorro e quando Waldrich tentava atacar Lina, Rhuan utilizava [Duble de Corpo] para proteger Lina.

“Ahaha! Parece que estamos em uma batalha contra um boss!”
“Pare de falar besteira e se concentre, se você morrer aqui você não vai renascer na cidade!”

Dalos e Rhuan trocavam palavras enquanto corriam ao redor de Waldrich.

A mana na armadura de Waldrich começou a se dissipar o que não passou despercebido para Nina.

“Pessoal! A armadura magica dele está se desfazendo, aguentem mais um pouco!”
“””Certo!”””

Em breve a vitoria poderia ser adquerida, a armadura quase indestrutível de Waldrich estava para se desfazer, graças a essa magia ele estava sendo capaz de lutar contra todos eles, mas sem ele não seria capaz de defender de todos os ataques.

Quando a armadura se desfaz Nina da o comando.

“Agora!”

Mas esse comando logo em seguida é sobreposto por um alertar desesperado de Dalos.

“Parem! FUJAM!”

Nesse instante Dalos agarra Nina que estava próxima e pula para trás, Geoffrey o mesmo faz com Rhuan. Valense não sabia o motivo mas acreditando no poder de visão futura de Dalos ela imediatamente toma distancia de Waldrich o mais rápido possível.

Louise também foge mas se lembra de Lina e volta para leva-la junto, nesse momento.

*zum!*

O som do ar sendo partido.
Ao redor de Waldrich uma enorme vala vai aberta, como algo colossal tivesse cortado a terra ao seu redor.

Todos ficaram paralisados com o ataque súbito que poderia ter causado a morte de todos eles, mas foi evitado pelo aviso de Dalos.

Porem… nem todos escaparam ilesos.

“Lina!!Lina!!”

Lina havia sido atingida, do seus quadris para baixo não existia mais nada e o sangue escorria aos montes. Louise desesperada gritava por ajuda.

“Lina! Você não pode morrer! Não me deixe Lina!  Rhuan onde está você!?!”

Rhuan queria correr para Louise mas mesmo ele que não conseguia enxergar no escuro estava paralisado com a presença que ele sentia em sua frente, todos estavam, apenas Louise que estava desesperada não havia notado.

“LOUISE! SAIA DAI RÁPIDO!!”

Valense também incapaz de se mover so podia gritar para avisar Louise.

Atrás de Louise, próximo a Waldrich, estava um Homem com as expressões desgastadas pelo tempo e sua barba e cabelos brancos, olhava para seus inimigos com um pouco de admiração. O Grande General Brakar havia entrado em combate.

<– Capítulo Anterior |Próximo Capítulo –>

Anúncios
Postado em Ivi

14 comentários sobre “A História de uma Fantasia Vazia – Capítulo 30 – Waldrich!

      1. Nnnn…Nnn….Nn….
        Ah!
        É mesmo!
        Aquilo!
        Aquilo?!
        Hm… Acho que não no momento….
        Demanda um pouco de tempo, que eu não tenho no momento…
        E eu tenho um pouco de dificuldade em lidar com coisas coletivas…
        Nem sei como me viro aqui…

        Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s