A Magia de Cura de um Santo é uma versão degradada da Minha – Capítulo 11

Mittsu!!! 三つ


 

Capítulo 11 – Bom então, vamos la. 

Aquele dia foi o mesmo de sempre, um dia monótono… ou então deveria ter sido.
Ainda assim, na minha linha de visão estava um exercito de Goblins.
E liderando eles, era o Rei Goblin.
Não tinha ninguém atrás de mim.  Aura e Lily, e Tré que normalmente me seguem não estavam aqui.
Como chegou a isso?
Para explicar isso, nós temos que voltar algumas horas.

“Bom agora, vamos começar por hoje!”

Dizendo isso, eu coloco minha placa [Começando Tratamento medico. Preço será negociado depois de examinar o ferimento] na mesa.

Aura e Lily separa os paciente já os alinhando, e então Tré e eu curamos eles.
Meu trabalho ficou bem mais calmo desde que Tré chegou.
Parece que a magia de cura de Tré é excelente e ela está trabalhando duro mesmo que não esteja no meu level.
Então, eu avisto um grupo de aventureiros entrando na guilda repentinamente. Eles parecem tensos por algum motivo.

“Asha-san, alguma coisa está acontecendo na guilda hoje?”

Eu pergunto a Asha, que estava passando.

“Na verdade, tem um grande grupo de monstros próximo do vilarejo então hoje nós estamos juntando um grupo de subjugação para extermina-los. Eu acho que todos os membros da guilda com habilidade para ir vão.”

Isso não é perigoso…? Mas mesmo se eu disser isso, parece que os membros da guilda são inesperadamente excelentes de alguma forma. Eu as vezes recebo carne de monstro deles.
No tempo em que eu pude tirar um descanso, o grupo de subjugação já havia partido.

“Bom então, devemos almoçar também?”

Hoje nós estamos visitando o salão de jantar da estalagem pela primeira vez em tempos. Diferente de nós amadores, a culinária de um profissional como o Tio é realmente uma obra-prima.
Satisfeito com um delicioso almoço, nós retornamos para a guilda mas ela estava em confusão por alguma razão.

“Ah, Nest-san, vocês estão aqui!”

Asha-san se aproxima de nós com uma aparência de alguma forma afobada.

“Er… Alguma coisa aconteceu?”
“Sim, na verdade… o grupo de subjugação entrou em contato com o enxame de monstros, mas outro grupo de monstros apareceu do outro lado da cidade agora. Parece que os membros do grupo de subjugação estão lutando contra os monstros e não podem voltar…”
“Eh…. isso não é ruim!?”
“Isso é ruim!! A Guild Master estava discutindo com os lideres dos grupos, mas parece que nada pode ser feito… O grupo de subjugação está fazendo seu melhor mas se eles não puderem fazer isso a tempo…”

Asha-san disse, com um rosto triste.
Pensando nisso normalmente, a chance do grupo de extermínio fazer isso a tempo é baixa. Eles saíram antes do almoço mas ainda não faz nem duas horas. Com o fator tempo de viagem e isso vai ser ainda mais improvável.

“Seria bom se eu pudesse ajudar, mas eu não tenho nenhuma experiencia com extermínio de monstros… me desculpe….”

Me colocando de lado, eu duvido que Aura, Lily ou Tré tenho experiencia de luta também. E nós não iriamos quer se voluntariar para nós colocar em perigo.

“Eu acho… isso é verdade…”

Nós deixamos a guilda, incapazes de aguentar a atmosfera estranha.
A noticia do enxame de monstros já tinha sido transmitida para as massas e as pessoas estavam empacotando suas coisas, pessoas chorando em frente a suas casas, todos os tipos de pessoas.
Os donos da estalagem que cuidaram de nós não eram exceção.

“Nest, o que vai acontecer com a gente?”

Lily olhou para mim preocupada, eu não podia responder. Aura e Tré também estavam olhando para baixo.
Com isso, ela provavelmente adivinhou a resposta. Lily tinha lagrimas em seus olhos.

“Eu não quero isso! Eu quero dizer, todo muno é tão bom aqui! E ainda assim… ainda assim.. eu não quero que todo mundo saia! Hey, Nest, você não pode fazer nada!?”
“… Desculpa. Eu quero ajudar mas não a nada que nós possamos fazer…”

Nós somos apenas cidadãos ordinários que não podem lutar, tudo que podemos fazer é fugir. Se nós pudêssemos detê-los, eu suponho que seria a melhor ação.

Não, espera…? Deter eles seria o melhor…? Nós não temos que derrotar-lo….?
….. Nesse caso, não é algo que até eu posso fazer?
Claro que o risco é algo, mas se eu posso ajudar as pessoas da cidade então não é o bastante para apostar?

“Hey, desculpa! Eu lembrei de uma coisa, vão na frente!”

Eu mando Aura e os outros de volta primeiro e rapidamente começo a preparação. Minha primeira parada é na loja de armas.
Eu arranjo uma armadura que é fácil de se mover dentro, e claro eu não esqueço de um manto para esconder meu rosto.

Com minhas preparações em ordem, eu saio da cidade. O grande ponto preto que vejo a distancia é provavelmente o enxame de monstros.

“Talvez eu não devesse ter feito isso…”

Eu involuntariamente solto uma reclamação.

“Mas se isso pode ajudar a cidade então eu estarei satisfeito, eu acho…”

Mesmo se eu falar isso, o que é assustador é assustador e eu não quero fazer o que eu não quero fazer.
…. Mesmo assim, eu não quero ver todo mundo da cidade chorando, e eu não quero ver o rosto triste da Asha-san. Aura e os outros chorando é algo que eu quero ver menos ainda.
Tem muitas coisas que eu não quero fazer mas mesmo assim, [Remorso] é a coisa que eu não quero então eu vou [Lutar].

A distancia dos monstros gradualmente diminui. Parece que os monstros são Goblins. Goblins podem ser considerados peixes pequenos por si só mas como você espera, um numero como esse é um espanto.
Na minha visão estava o exercito dos Goblins.
E o notável grande Rei Goblin podia ser visto liderando eles.
Não tem ninguém atrás de mim mas todo mundo está atrás de mim. Eu tenho coisas que eu devo proteger.

Eu tiro minha confiável faca. A faca que eu usei para cortar meu próprio corpo dez, centenas, milhares de vezes.
E hoje essa faca vai cortar um inimigo pela primeira vez.

“Bom então, vamos la.”

Eu corro em direção ao exercito de Goblins, sozinho.

Anúncios

6 comentários sobre “A Magia de Cura de um Santo é uma versão degradada da Minha – Capítulo 11

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s